Twitter

CUT AC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > CHEGA DE REITOR PERSEGUIDOR NO IFAC: GESTÃO DEMOCRÁTICA JÁ

CHEGA DE REITOR PERSEGUIDOR NO IFAC: GESTÃO DEMOCRÁTICA JÁ

23/04/2012

CUT e SINTEST Esclarecem aos Servidores e Alunos do IFAC.

Escrito por: Assessoria.CUTACRE

 

A Central Única dos Trabalhadores- CUT Acre e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Terceiro Grau do Acre – SINTEST esclarecem aos servidores e estudantes do Instituto Federal do Acre- IFAC que o reitor é anti-democrático, autoritário e não cumpre acordos, consensos e muito menos a unidade.

            Estas posturas ficam evidenciadas na forma como este senhor trata um grupo de servidores que buscaram se organizar criando o seu sindicato. Um direito trabalhista assegurado na Constituição Federal, na legislação trabalhista e na Lei de Diretrizes e Bases -LDB. Foi só falar em sindicato que estes servidores passaram a ser perseguidos de todas as formas pelo reitor do IFAC.  Para se defenderem dos ataques, tiveram até que fazer algumas denúncias no Ministério Público Federal.

            A CUT foi procurada para intermediar a situação. Acordos foram feitos entre as partes para esquecer processos, zerar conflitos e todos os envolvidos trabalharem nos princípios democráticos que norteiam a administração pública no país, respeitando-se o direito de livre organização das pessoas, dos trabalhadores.

            O reitor descumpriu este consenso e está processando professores e técnicos por supostos danos morais e por crimes. Ele ataca e depois de faz de vítima, criando fatos inverídicos para acusar os servidores de má postura no ambiente de trabalho. Trata-se da forma mais vil de assédio moral, digna dos tempos da ditadura militar. E quem ousar questionar é contido. Administra de forma ditatorial, não aceitando questionamentos, determinado a excluir as opiniões que não sejam unicamente as suas.

            Importante destacar que o único “crime” que os professores e técnicos do IFAC cometeram foi o de buscar o exercício da cidadania, da liberdade sindical e a gestão democrática, garantidos na estrutura do próprio IFAC. Aspecto que este reitor faz questão de não conhecer.

            Não podemos aceitar que pessoas, em pleno século XXI, administrem uma instituição federal de ensino sem separar o limite entre o público e o privado, cerceando a liberdade de expressão, de organização e de livre pensamento. Parece até que o reitor utiliza a política da desinformação, denegrindo a imagem dos profissionais, numa tentativa inescrupulosa de desestabilizá-los emocionalmente e, de caso pensado, acusá-los de desequilibrados.

            O IFAC vive hoje a rotatividade na nomeação de cargos comissionados. Os nomes não são indicados com base em critérios de competência profissional, mas sim na (in)capacidade de subserviência. Existem denúncias não confirmadas de prestadores de serviços sem processo licitatório, manipulação e privilégios na oferta de bolsas e do programa para estudos fora do Acre. E também de Conselho Superior do IFAC constituído com cartas marcadas. Cabe ao MPF investigar e tirar a prova dos noves.             

 E a representação sindical no Acre, quem são? Gestores! O que fere as leis trabalhistas e a Constituição Federal no que se refere à organização, liberdade e autonomia sindical.

            Causa estranheza o fato dos servidores do IFAC serem perseguidos, denegridos e coagidos como se essa fosse uma postura legal, natural no serviço público. Causa estranheza que este senhor continue fazendo seus desmandos administrativos sem que as demais autoridades não cobrem quanto a uma postura ética, democrática e transparente à frente de uma Instituição pública de Ensino Técnico, Tecnológico e Superior.

            Chega de ditadura, chega de opressão. Precisamos de eleições diretas e democráticas com monitoramento e referendo do resultado pelo Ministério Público Federal, de sindicatos e desta central sindical, conforme estabelecido na Constituição Federal.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DO ACRE
Rua Major Salinas, 60| José Augusto | CEP 69900-776 | Rio Branco | AC
Fone: (068) 3223.5760| www.cut-ac.org.br| e-mail: cutacre@yahoo.com.br